quinta-feira, 20 de julho de 2017

As Grades da Alma Carioca...

Muito triste e revoltante. Uma cidade linda. Convidativa no verão ou inverno. Bela de noite e de dia. O temor de ser alvo de violência vai "minando" moradores e turistas. O perímetro da "liberdade segura" diminuindo à cada ocorrência mais ousada que outra. Sem resposta do poder público. E vamos nos fechando. Entre grades. Entre nós. Cada semelhante na rua pode ser o inimigo. Solto, livre e impune. A beleza e poesia ali ao lado, mas não podemos ver. Marginais são os donos do pedaço. Arrogantes e violentos. Eu sou apenas um morador cidadão. Imploro por segurança e policiamento. Um verdadeiro "chato" que quer "viver" sua cidade natal. Mas já tem dono. E não somos nós cidadãos. Existimos só pra pagar impostos. Nosso lugar é trancado em casa. Grande ousadia querer circular pela cidade. Morrendo aos poucos...

domingo, 19 de março de 2017

Carne Fraca e Corrupta...

Uma sociedade que se corrompeu tanto à ponto de envenenar seus semelhantes por dinheiro quer chegar onde ?

Uma civilização que não cuida do mais importante, que é a sua própria alimentação e sobrevivência, deixando tudo de lado por dinheiro, está falida e em estágio terminal.

Dizem que o peixe morre pela boca. O homem moderno e corrupto, está morrendo pelo bolso.

Nem filhos, nem netos, nada comove estes homens ou animais travestidos de seres humanos ?

O fim dos tempos não será um meteoro ou convulsões climáticas. Será a insensatez humana na arrogância dos bens materiais. Nada está sendo poupado. Nenhum valor. Nenhum remorso. Nenhuma culpa.

Chegamos ao cúmulo que ter e ficar com fome é mais seguro que ir a um supermercado ou restaurante. O sagrado pão, leite e carne te farão doente. Pelas mãos do próprio homem.

Deus, afaste de mim este cálice. Injeta humanidade na sua criação. Os animais estão muito mais dignos da terra. Vou dormir perplexo ao ponto que chegamos. Amém...